Apontamento

Apontamento
Seja muito bem vindo. Aqui você encontra tudo sobre seu receptor via Satélite, pesquise no nosso menu as novidades. Não usem links e muito menos casinha.
Por que a imortal Azbox morreu

Por que a imortal Azbox morreu

sábado, 13 de dezembro de 2014


A marca que se tornou um ícone da pirataria da tv por assinatura e que se declarava imortal, morreu!
Sim, morreu por que já na verdade era um zumbi, estilo The Walking Dead, que estava se arrastando por aí sem nem saber quem é que dominava o seu caminhar.

Em uma triste publicação que está circulando por diversos sites de receptores de satélites uma pessoa que se intitula um dos administradores do ex-fórum da Azbox declara que os empresários que ganhavam dinheiro na marca e injetavam dinheiro no suporte de IKS e SKS da marca não mais irão manter este suporte.

E uma marca de receptores piratas que não oferece os serviços de IKS e SKS para seus clientes assistirem aos canais da tv por assinatura sem pagar nada na verdade não tem produto nenhum a oferecer aos seus clientes. Está morta.

Neste mesmo comunicado este administrador vangloria o trabalho de um dos mais ativos moderadores do fórum AzboxWorld que há tempos saiu do ar por falta de interesse dos donos da marca Azbox por aqui.

Ele também admitiu que a marca Azbox existente aqui na América Latina não tem nenhuma ligação com a fábrica original da Azbox, que fica em Portugal, e com nenhuma outra subsidiaria da Azbox, como a Azbox Canadá.

Ou seja, era apenas uma marca fantoche conforme já havia sido anunciado há anos.
Agora vamos falar dos verdadeiros motivos da morte da Azbox.

A venda de receptores de satélite piratas é um negócio que se sustenta em um mercado ilegal e muito lucrativo em todo o mundo.

A Azbox como pioneira na América Latina foi durante anos a marca que vendia mais receptores para o mercado da pirataria da tv por assinatura, chegando a dominar mais da métade do mercado durante anos enquanto a menor parcela de vendas ficava para ser dividida entre todas as outras.

Acabou sofrendo com as constantes clonagens de seus receptores, a forma como outros importadores de receptores piratas acharam para abocanhar o mercado da Azbox.

Com esta perda de vendas pouco a pouco a lucratividade da Azbox na América Latina foi ruindo, tornando-se um negócio cada vez menos interessante.

A Azbox ainda tentou segurar seus clientes pela emoção, com a manjada estratégia de dizer que o Team da marca continuava com a sua busca implacável pela abertura dos canais das operadoras de tv por assinatura para salvar o direito dos seus consumidores de assistir tv sem pagar nada.

Tudo balela, há muito tempo se sabe que está história de Team herói não existe e que os servidores de IKS, SKS e Cardsharing são puramente negócios, atualmente eles nem pertencem diretamente às marcas e vendem seus serviços à marca que pagar melhor.

Um dos últimos modelos que a Azbox América Latina vendeu por aqui teve tantas versões e foi tão clonada quem ninguém sabia mais dizer qual era o original, se o vendido por outras marcas era o mesmo da Azbox, ou se o da Azbox é que era cópia do vendido por outras marcas, estamos falando do famigerado Azbox Bravíssimo, que virou Moozca e virou muitos outros modelos.

Sim, o mercado matou a Azbox, se tornou um negócio inviável.

E agora?

Agora quem tem um receptor da marca e quer continuar na vida da pirataria da tv por assinatura vai viver a base de cardsharing e servidores que vendem serviço por um ano, como cs e outros do tipo.

Nada de novidade.

Os importadores que detinham a marca Azbox na América Latina neste momento já inventaram para seus negócios uma outra marca que provavelmente já está fazendo muito sucesso e com a qual já estão ganhando muito dinheiro para recuperar o prejuízo final que estavam tendo com a marca Azbox.

Que marca é esta? Provavelmente nunca será revelado.

O interessante é saber que eles ainda tem um grande estoque de receptores Azbox para vender mas nem se preocuparam com isto.

Acabou a inocência do mercado de pirataria da tv por assinatura, não há heróis ou defensores dos sem direito à assistir tv neste mercado.

Isto tudo é negócio, ou dá lucro ou parte-se para outra marca.

Ninguém vai sentir a falta da Azbox.



 
Az-satelites, suporte sobre receptor satélite. | by By Lu Design 2015 ©2015